Espaço integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade. Prédio histórico foi atualizado e oferece ambientações resumindo a história do Estado de Minas Gerais. Depois de viajar ao passado e conviver com o presente, visitante fica possibilitado de criar imagens sobre o futuro bem próximo.

 

Memorial Minas Gerais Vale: aproveitamento prédio histórico

 

Estando na Cidade de Belo Horizonte, a capital do Estado de Minas Gerais, vale a pena arranjar tempo e visitar o Memorial Minas Gerais Vale. Integrando o Circuito Cultural Praça da Liberdade, ele fica na Praça da Liberdade, esquina com a Rua Gonçalves Dias.

Fugindo à estrutura dos museus tradicionais, o visitante imerge em ambientes dedicados às tradições do povo mineiro. São 31 espaços para convivência e exposição, distribuídos por três pavimentos, com acessibilidade por escadas ou moderno elevador panorâmico.

Ele ocupa a antiga sede da Secretaria de Estado da Fazenda, prédio histórico, concluído em 1897. E situado sobre o local onde foi lançada a pedra fundamental, marco do início da construção da Cidade de Belo Horizonte, a nova capital do Estado de Minas Gerais.

 

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

O Memorial Minas Gerais Vale ocupa a antiga sede da Secretaria de Estado da Fazenda, prédio concluído em 1897. Está no local onde foi lançada a pedra fundamental, início da construção da Cidade de Belo Horizonte, a nova capital do Estado de Minas Gerais

 

Memorial Minas Gerais Vale: mais que apenas resgate do passado

 

Com mais de um século de existência, edificação tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais — Iepha-MG, teve projeto especial para sofrer adaptações e restauros, transformando-se no Memorial Minas Gerais Vale.

Os desenhos, expressando grande talento, esmerada formação e alentada experiência dos arquitetos Carlos Maia, Débora Mendes, Eduardo França, Humberto Hermeto e Igor Macedo, deram alma nova àquela velha estrutura, aberta em 30 de novembro de 2010.

Restauração, cuidada por Flávio Grillo, curadoria, por Gringo Cardia, artista brasileiro respeitado internacionalmente, e funcionamento são provenientes de uma parceria entre Governo do Estado de Minas Gerais e companhia Vale, através da sua Fundação Vale.

 

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Os projetos dando alma nova à velha estrutura para abrigar o Memorial Minas Gerais Vale exibem grande talento, esmerada formação e alentada experiência dos arquitetos Carlos Maia, Débora Mendes, Eduardo França, Humberto Hermeto e Igor Macedo

 

Memorial Minas Gerais Vale: riqueza cultural em 31 ambientações

 

O projeto do Memorial Minas Gerais Vale tem como essência muito mais que apenas o resgate do passado. Exibe-se como estrutura em construção permanente. E entrega este propósito traduzindo passados, identificando contemporâneos e prospectando futuros.

Para ampliar a luminosidade no miolo do edifício, e facilitar a articulação entre salas expositivas, o antigo telhado cobrindo o pátio interior foi substituído por cobertura em vidro. Paredes revestidas por chapas de aço e jardim no piso completam a decoração.

O Memorial Minas Gerais Vale utiliza recursos diversos para agrupar, em um mesmo espaço, parte da riqueza cultural do Estado de Minas Gerais. Isso, indo do século XVIII, anos 1700, passando pelo cenário contemporâneo e incluindo uma perspectiva futurista.

 

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Para ampliar a luminosidade no miolo do edifício, e facilitar a articulação expositiva do Memorial Minas Gerais Vale, antigo telhado cobrindo pátio interior foi substituído por cobertura em vidro. Paredes revestidas de chapas de aço e jardim completam decoração

 

Memorial Minas Gerais Vale: caleidoscópio do ser mineiro

 

Real e virtual reconstroem alegria das festas populares, ambientação de tribos indígenas, arqueologia do solo mineiro, expressões do artesanato, mundo das fazendas, quotidiano de quilombos, riqueza da arte barroca, universos de escritores mineiros e muito mais.

História, literatura, moda, patrimônio, o espaço reconta características populares, contos seculares, lendas centenárias, memórias coletivas, riquezas folclóricas, visões sociais e outras situações, oferecendo um caleidoscópio sobre as características do ser mineiro.

E, mais: o Memorial Minas Gerais Vale materializa instantes de três grandes brasileiras, símbolos do Estado de Minas Gerais: “Os Sertões”, de Guimarães Rosa; inspirações de Carlos Drummond de Andrade; não-arte de Lygia Clark; e fotos de Sebastião Salgado.

 

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

História, literatura, moda, patrimônio, características populares, contos seculares, lendas centenárias, memórias coletivas, riquezas folclóricas, visões sociais e outras situações: o Memorial Minas Gerais Vale oferece caleidoscópio das características do ser mineiro

 

Memorial Minas Gerais Vale: grande destaque para o Ciclo do Ouro

 

É dado ainda grande destaque ao Ciclo do Ouro, período cobrindo cerca de 150 anos, no qual foi, realmente, forjado o caráter singular do povo do Estado de Minas Gerais. Tudo isso é passado ao visitante no formato de museu de experiência, e não de modo passivo.

Como não existe uma sequência fixada para visitação, cada pessoa monta seu roteiro. Começa por onde achar mais interessante e tem liberdade para permanecer nos locais o tempo que quiser. Há monitores aqui e ali, preparados para esclarecer possíveis dúvidas.

 

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Não existe sequência fixada para visitação no Memorial Minas Gerais Vale. A pessoa monta seu roteiro. Começa onde achar mais interessante, tem liberdade para permanecer nos locais o tempo que quiser e pode usar o auxílio de muitos monitores preparados

 

Memorial Minas Gerais Vale: estrutura do Pavimento I

 

  • Café do Memorial

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Local de convivência, com mostra de cachaças das diversas regiões do Estado de Minas Gerais. Monitores exibindo vídeos sobre a história da moda no Estado de Minas Gerais. Cardápio assinado pelo Buffet Maria Neuzita, oferecendo delícias da culinária mineira.

  • Espaço Ler e Ver

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Oferta de jornais e revistas de circulação nacional, além de periódicos diversos. Acesso a obras relacionadas às exposições permanentes e mostras temporárias. Espaço para atividades educativas, lançamentos de livros, programações artísticas e simples leitura.

  • Instalação Carlos Drummond de Andrade

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Montagem dedicada ao maior nome da poesia do Estado de Minas Gerais, e, talvez, do Brasil. Manequins exibindo ternos confeccionados por Ronaldo Fraga trazem trechos dos poemas narrados na voz do autor. Conjunto de blocos de livros representa sua obra.

  • Instalação Guimarães Rosa

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Exemplares das obras, identificação de inspirações e resumos sobre a vida de um dos maiores escritores brasileiros. E depoimentos de terceiros sobre o trabalho deste autor. O visitante pode levar com ele, como lembrança, uma flor com trechos de “Os Sertões”.

  • Instalação Lygia Clark

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Montagem oferecendo exibições continuadas de um vídeo, permitindo conhecer um pouco da criadora Lyga Clark, responsável por transformações profundas o mundo da arte brasileira, ao propor o envolvimento e participação direta do público nos trabalhos.

  • Instalação Sebastião Salgado

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Painéis com 21 representações dos principais trabalhos deste fotógrafo reconhecido mundialmente, e mostra continuada do vídeo Êxodos. Retratos em preto e branco de aspectos da vida humana com sensibilidade, emoção e responsabilidades ética e social.

  • Ambientação do Jardim Interno

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Piso do pátio central do edifício da Secretaria de Fazenda do Estado de Minas Gerais. Junto a canteiros de bromélias, palco para atividades educativas e atrações culturais. Paredes decoradas com placas de aço e elevador panorâmico completam a ambientação.

  • Midiateca Acervo de Mídia

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Acervo de animações, curtas-metragens, documentários e músicas clássicas. São mais de 20 horas de vídeo com temáticas mais variadas: cultura, história, literatura, memória, política… E um espaço para apresentação de performances e desenvolvimento de saraus.

 

Memorial Minas Gerais Vale: estrutura do Pavimento II

 

  • Ambientação da Fazenda Mineira

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Símbolo marcante do Estado de Minas Gerais, as fazendas inspiraram Humberto Mauro, mestre do cinema. Ele sintetizou seus filmes este espírito. Vídeos de seus trabalhos são exibidos, levando visitante para o ambiente das propriedades rurais do interior mineiro. 

  • Ambientação das Vilas Mineiras

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Cercados e protegidos por montanhas, nesses espaços urbanos manifestavam-se os principais aspectos da cultura e do modo de vida do povo do Estado de Minas Gerais arte barroca, diversidade do povo, religiosidade ostensiva, requinte das festas etc.

  • Ambientação Família Mineira

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Cidades nascem e existem integradas às pessoas, responsáveis pela cultura, história e memória local. São elas as construtoras do Estado de Minas Gerais de hoje. Além da decoração, depoimentos de gente do povo contam a trajetória da família de cada um. 

  • Ambientação Minas Rupestre

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Remontagem do ambiente de caverna com registros rupestres. A proposta é levar a uma viagem pelos sítios arqueológicos do Estado de Minas Gerais. Área com mais de 12 mil anos de ocupação, há centenas de sítios arqueológicos espalhados por todo o território. 

  • Barroco Sagrado e Barroco Profano

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

O Barroco Mineiro é das maiores expressões artísticas brasileiras do século XVIII, anos 1700. Vídeos exibem continuadamente conteúdos sobre arte, fé, filosofia e paixão vivas nos corações das pessoas, as manifestações da arte barroca do Estado de Minas Gerais.

  • História da Cidade de Belo Horizonte

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

A história da construção da nova capital do Estado de Minas Gerais e as lendas urbanas em torno deste processo habitam o gabinete do secretário da Fazenda, no século XIX, anos 1800, época da inauguração da edificação. O mobiliário é original desse período.

  • Instalação Caminhos e Descaminhos

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Caminhos levavam viajantes às riquezas do Estado de Minas Gerais, por meio de áspera paisagem, instabilidade natural, inevitável solidão entre montanhas e giro pelos sertões. No presente, o território mineiro oferece ao homem moderno caminhos ainda por trilhar.

  • Panteão da Política Mineira

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Política marca o Estado de Minas Gerais, desde a Inconfidência Mineira, anos de 1780. Seus personagens contam a história deste movimento em forma lúdica e surpreendente. E associam a ele a forte influência ainda exercida com maestria no cenário nacional.

  • Representação do Povo Mineiro

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Formação do povo mineiro a partir dos povos influenciadores da cultura do Estado de Minas Gerais em áreas como arte, gastronomia, economia e religião. Índio, europeu e africano contam sobre suas tradições, hoje tão presentes na cultura do povo mineiro. 

  • Reprodução da Casa da Ópera

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Inspirada na Casa da Ópera da Cidade de Ouro Preto, berçário de práticas artísticas inéditas, ideias inovadoras. As artes cênicas ganharam morada fixa e plateia constante, pois, após ela, muitas outras foram inauguradas pela então Capitania das Minas Gerais.

 

Memorial Minas Gerais Vale: estrutura do Pavimento III

 

  • Ambientação Espetáculo Mineiro

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

A ambientação Espetáculo Mineiro apresenta a diversidade cultural do Estado de Minas Gerais. E oferece aos visitantes uma rica variedade de vídeos trazendo apresentações de grupos de dança, música e teatro — e entrevistas com grandes personalidades das artes.

  • Ambientação Corredor das Artes

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

O Corredor das Artes inova nas tradicionais apresentações disponíveis em galerias de arte. E obras dos mais renomados artistas plásticos do Estado de Minas Gerais ocupam espaços de circulação de pessoas pelos ambientes do Memorial Minas Gerais Vale.

  • Salas de Exposições Temporárias

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Duas salas destinadas apenas a abrigar exposições de arte contemporânea. Geralmente, os espaços são ocupados por trabalho de jovens artistas, selecionados por meio de edital público, aberto a todos. Mas, periodicamente, exibe mostras de artistas já reconhecidos.

  • Auditório Multiuso

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Espaço com capacidade para até 84 pessoas sentadas confortavelmente, equipado com o que há de mais moderno em termos de infraestrutura de tecnologia da informação e de audiovisual. Oferecendo uma programação cultural e educativa diversificada e gratuita.

  • Ambientação Vale do Jequitinhonha

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

O Vale do Jequitinhonha, ao Norte do Estado de Minas Gerais, agrupando mais de 80 Municípios e um milhão de habitantes, culturalmente, é região das mais ricas e diversas do País. Exposições de cerâmica de artesãos locais, muitos reconhecidos mundo afora.

  • Ambientação das Celebrações

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Da viola caipira ao batuque dos tambores, dos rituais sagrados às festividades profanas, danças e manifestações culturais no Estado de Minas Gerais são marcadas por colorido, diversidade e vitalidade. Tudo isso pode ser apreciado na Ambientação das Celebrações.

  • Instalação Modernismo Mineiro

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Inspirada no arquiteto Oscar Niemeyer, ícone do Modernismo no Brasil, movimento de enormes impactos cultural e estético em todo o planeta, no início do século XX, anos 1900. Mesa interativa traz referências de artistas, conceitos e estilos ligados ao tema.

  • Sala Vale

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Ambientada em cores da companhia Vale e da Praça da Liberdade, também patrocinada pela mineradora, mostra de forma inovadora temas ligados à modernidade da empresa em suas operações no Estado de Minas Gerais, por todo o Brasil e no mercado externo.

  • Projeto Educativo

Memorial Minas Gerais Vale rompe com a estrutura dos museus mais tradicionais

Apresenta novas formas para desenvolver leituras e interpretações do acervo oferecido pelo Memorial Minas Gerais Vale. Destaca, principalmente, as valorizações tanto da memória quanto do patrimônio cultural na relação dos visitantes com as ambientações.

 


 

Material produzido a partir da participação na edição 2017 da Feijoada do Maranhão, realizada dia 2.9.2017, nos salões do Minas Tênis Clube II, localizado no Bairro das Mangabeiras, na Cidade de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais.

Clique nos trechos em colorido ao longo do texto para abrir novas guias, com informações complementares ao aqui sendo tratado. Eles guardam links levando a verbetes da Wikipedia e sites de empresas, entidades, Governos estaduais, Prefeituras etc.

A repetição da expressão “Memorial Minas Gerais Vale”, e outras mais, é intencional. Elas são as principais palavras-chave dos conteúdos. Colocá-las várias vezes na postagem faz parte das técnicas de Search Engine Optimization — SEO, ou otimização para ferramentas de busca. Ajuda a destacar o trabalho na lista apresentada quando se pesquisa com BingGoogle ou Yahoo.

Texto redigido a partir de conhecimentos gerais do autor e pesquisas na Internet, principalmente Wikipedia e espaços do Governo do Estado de Minas Gerais, Prefeitura do Município de Belo Horizonte, Circuito Cultural Praça da Liberdade, Memorial Minas Gerais Vale, Fundação Vale, entidades ligadas à história e ao turismo do território mineiro presentes na Web e blogs diversos, voltados à cultura e história da Cidade de Belo Horizonte e a viagens.

Todas as fotos têm origem identificada. Se o autor de algumas delas discordar do seu uso, basta avisar que será substituída.